1. O que é logística?
A logística pode ser considerada um ramo de atividade empresarial responsável pelo planejamento, operação e controle do fluxo de mercadorias de forma a otimizar o processo e garantir a sua economia.

2. Quais são os pontos a serem analisados em um projeto logístico?
Estoque: verificar níveis e disposição do estoque, método de controle do estoque e ponto de segurança;
Localização: verificar onde a empresa está localizada frente a seus fornecedores e designação dos pontos de estocagem (tamanho e localização);
Transporte: escolha do modal de transporte, programação junto ao transportador, e adequação do volume e/ou consolidação do embarque.

3. Quais são as etapas da distribuição física?
- Armazenagem;
- Transporte;
- Análise de localização de armazéns ou centros de distribuição;
- Embalagem de produtos;
- Expedição;
- Gerenciamento de devoluções.

4. O que é um Centro de Distribuição?
É uma unidade concentradora da armazenagem e distribuição, onde é possível agrupar em um único endereço as cargas que estão ou poderiam estar armazenadas em diversos locais diferentes, garantindo melhor gerenciamento e eficiência operacional, viabilizando diminuição nos custos totais.

5. O que é um Operador Logístico?
É uma empresa especializada em movimentar, armazenar, transportar, processar pedidos e controlar estoques, entre outras coisas. Fornece seus serviços com profissionais treinados. O serviço pode ser no próprio Operador Logístico ou nas dependências do cliente, dependendo do acordo firmado entre as partes.

6. Quais os pontos a serem analisados na escolha de um modal de transporte?
Há diversas variáveis a serem consideradas quando da escolha do tipo de transporte a ser utilizado, sendo necessário avaliar funcionalidade, preço, tempo de trânsito e sensibilidade da mercadoria.
O tempo de trânsito é um dos itens importantes dentro da escolha do transporte, pois a análise da urgência e necessidade de recebimento pode determinar qual tipo de transporte deve ser utilizado.

7. Quais os principais modais de transporte?
Ferroviário: ideal para transporte de cargas consolidadas, por pequenas ou longas distâncias, com baixo custo e baixa velocidade de entrega, não sendo muito difundido no Brasil por não haver muitas ferrovias disponíveis para o transporte de cargas;
Rodoviário: ideal para transporte de cargas consolidadas e/ou fracionadas, por pequenas distâncias, com baixo custo e alta velocidade de entrega, possibilitando a entrega porta a porta;
Aéreo: ideal para transporte de cargas fracionadas, com pequeno volume, por longas distâncias, com alto custo e alta velocidade de entrega, tendo como principal empecilho, a restrição das dimensões físicas e como grande benefício a agilidade;
Aquaviário: ideal para transporte de cargas consolidadas e/ou fracionadas, por longas distâncias, com baixo custo e baixa velocidade de entrega, sendo considerado seguro e visto, hoje, como principal modo de transporte no comércio internacional;
Dutoviário: ideal para transporte de petróleo e produtos derivados, não sendo muito difundido no Brasil.

8. Quem são os responsáveis pelo produto em caso de defeito ou vício?
Segundo o Código de Defesa do Consumidor, há corresponsabilidade entre os diferentes intervenientes da cadeia logística, sendo eles:
- O fabricante ou produtor;
- O construtor;
- O importador;
- O prestador de serviço;
- O comerciante.

9. Por quanto tempo preciso prestar Assistência Técnica dos meus produtos?
A prestação de garantia está previsto nos artigos 26 e 27 do Código de Defesa do Consumidor e tem como prazo os abaixo relacionados:
a. 30 dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis;
b. 90 dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos duráveis.
Além disso, é necessário manter peças para reparo dos produtos por 5 anos, desde a venda dos mesmos.
A contagem dos prazos inicia-se a partir da entrega efetiva do produto ou do término da execução dos serviços.

10. O que é importação por conta e ordem?
Importação por Conta e Ordem de Terceiros é um serviço prestado por uma importadora que promove, em seu nome, o despacho aduaneiro de mercadorias adquiridas por outra empresa – a adquirente –, em razão de contrato previamente firmado. (IN SRF nº. 225/02 e a IN SRF nº. 247/02.).
Nesse tipo de importação, há a necessidade de vinculação prévia dos CNPJ (s) na Receita Federal e existe responsabilidade solidária nas obrigações diretas e acessórias.

 
   
Endereço: Rua Koesa, 298 - sala 104 - Kobrasol - São José - SC - CEP 88102-310 - 3357.3371      Platt Comunicação Soluções para internet